Postagens

Postagem em destaque

“Para não ferir ninguém”: evite armas, exceda na fé cristã!

Imagem
Inicio minha reflexão como se estivesse com meu “diário de bordo”, dois de novembro de 2017 , quinta feira, meu último post acabara de ser publicado, todos envolvidos com a triste noticia do desaparecimento da pequena Allana Ludmila, na capital do estado... Novembro que era doce, podendo ser somente Azul para os cuidados e prevenção, ficou muito escuro pelos lutos, pela banalização da vida, pelo excesso da violência!  Levantar cedo nesse dia, e ir levar nossas homenagens aos entes queridos no cemitério local.  Nessa manhã, a Celebração Eucarística nos convoca a sermos solidários com quem está entre nós, a declarar nossa união, fortalecer os vínculos, nos chama a conviver como verdadeiros irmãos, porque não basta chorar a dor da perda...  de inicio não tem como não lembrar do assassinato de nosso irmão Sodré, de ouvir o refrão do bonito hino  “ Me chamaste para caminhar na vida contigo, decidir para sempre seguir-te , não voltar atrás...” São sete anos que ele fora chamado para junto d…

Diver (sas)cidades: onde moro __ soma, resgata e multiplica!?

Imagem
“Palavras não mudam o mundo”, bem sei; uma boa iniciativa agregada às atitudes do bem isso sim transformam diferentes realidades! Dia desses aí, em minha página social, postei uma bobagem , dessas metáforas que não te acrescentam em nada , preciso repeti-la (infelizmente) para poder adiantar a conversa: “entendo de semântica do mesmo jeito que compreendo de álgebra”, e essa onda de transversalidade sempre me assustou; ainda assim nesse meu post vou na direção contrária daquilo que afirmo anteriormente, para adquirir confiança e por admitir que a prioridade absoluta em todos os campos são as parcerias, a coletividade, o bom senso, a cooperação!
Em meio a tantas artes e culturas importadas, quero falar de nós, de nossas essências, de nossas expressões, de nossos trabalhos, falar de centenas de “gente” que se propõe a contribuir, a somar e multiplicar, apesar dos percalços, da nocividade disseminada pela crise! Nossa história, nosso município. De onde falo, na condição e no exercício da …

As emoções, a lógica, a (ir)racionalidade: a supera(SÃO)

Imagem
Procuro  desde que comecei meus primeiros escritos defini a modalidade que melhor caracteriza meus “treinos”, considerando as liberdades poéticas, escrevo em prosa e em verso, faço homenagem, adquiro concessões graduais de ou outro leitor, e assim vou sustentando minha página, desse modo publiquei meus dois livros. Queria muito para cada data especial trazer um tributo, deixar em relevo os méritos merecidos de profissionais gigantes que temos espalhados por esse município afora, entre milhares que espalham amor, alegria, distribuem emoção; frutos da vontade quiçá de pequenos agentes transformadores. E nos últimos dias, me faltou disposição, sobrou o tempo para a devoção. Sinto-me lisonjeada quando depois da penúltima escrita recebi manifestação pessoal de alguns leitores! A gente sente quando faz parte da história!
Estive ausente de minha cidade entre os dias nove e dezesseis de Outubro, mas usei meu caderninho para duas ou três passagens sobre o que eu  pretendia escrever... com pesa…

“Perdoa se eu não sei rezar... que eu caminhe tocada pela fé”

Imagem
Há muito mais de trezentos e sessenta e cinco dias fomos “chamados” para, por providencia  participar  com muito privilegio da festa de 300 anos de devoção a Maria através de uma viagem à Aparecida com vistas e visitas ao Santuário. Imitei os demais devotos e peregrinos, (antes do encontro) com a imagem, já compreendia que Ela faz parte de minha vida, faz morada em meu lar desde a mais tenra idade , pelas instruções de meus pais, na orientação cristã. Tenho essa humilde vocação “para o escrever” ,  com a vocação, seguramente a inspiração divina para que minhas composições soem bem, ademais nunca tive  nenhuma dúvida de que Deus se manifesta em nossas vidas das mais diferentes formas; sinto suas mãos tocarem em mim para que minhas proposições tragam algum afeto. A nossa viagem ocorreu bem no dia do aniversario de minha mãe, que tem sido nossa Maria cheia de graça, de amor e muita fé; sem alarde, peguei o voo com sinal de que boas revelações eu teria para disfarçar meus medos, identifica…

Cidadãs de um mundo, por direito: “como estrelas na terra"

Imagem
Passado dia primeiro de julho, fui ali à quadra para assistir a semifinal do jogo de futebol de salão, envolvida nos lances do jogo, clássico importante: Pharma x Santo Antonio, na mesma arquibancada sentou-se uma ex- aluna para falar sobre os trabalhos do Sarau Literário feito na escola e da curiosidade de sua filha em conhecer a escritora a respeito de quem a professora falara durante as atividades. Chamou à pequena e disse: _está aqui, essa é a professora Nilma! Mesmo tímida, demostrou satisfação em ter conhecido “a escritora” , cumprimentei-a e disse-lhe de minha  alegria em poder incentivar novos leitores e que enviaria um livro meu para que aumentasse seu interesse pela leitura. Dali  mesmo conjeturei:  “não é sobre esse clássico” que escreverei, mas do quanto na condição de professora e promotora de leitura, sinto realização e altivez em ver autores e protagonistas apontando de quão grandioso tem sido nosso incentivo, nossa participação na vida de pequenos cidadãos! Tomo a libe…

Trajes Traqueias Trajetos : de um reflexo à reflexão

Imagem
Não sei se cumpro, mas faço um esforço para recompensar meus leitores com boas escritas com um nível de leitura capaz de estimulá-los a compreender o mundo além das pequenas rodas... Há outros insights no âmbito dos trajetos corriqueiros que nos ajudam a perceber que toda conquista depende do quanto colocamos de nós mesmos e de nossa capacidade em sermos mais solidários. É preciso importar-se mais com o outro, em todos os lugares há pessoas que nos querem bem, há quem deseje nosso fracasso, no entanto não é desse último que devemos extrair nossas forças. Compreender que nossa presença será notada, desde que edifiquemos o que houver de melhor em nós,  lançando um olhar positivo em tudo que tocarmos nossas mãos!     “De mãos dadas”, orienta o poeta! Há um mês escrevi em meu status de rede social “já tenho as 365 peças de roupas com as quais eu sonhei um dia, mais uma, em caso de ano bissexto; sou muito grata, no entanto, nessa tarde, nenhuma delas me serve”. Quando escrevi, servia de pró…

Naquele 28 de maio... para que nosso irmão foi chamado?

Imagem
"Mês de maio: mês de Maria, mês das mães,  de irmãs e também das filhas  mês de todas nós, construtoras dessa hegemonia ;para uma boa parte da população brasileira que não chega a ser grande maioria ,mês do milagre, da superação da imagem pela fé; na passagem da Santa Mãe Aparecida por nossa cidade, fomos surpreendidos por diferentes gestos de fé, vários pela devoção, outras bem grandiosas pela emoção, e tenho clareza de que não é idolatria. E “veio cantando entre nós , Maria de Deus Senhora de Paz, e veio, orando por nós a Mãe de Jesus” ; reconhecemos Maria como nossa mãe, em praticamente todas as orações que fazemos; na passagem bíblica em João, esta descrita, que Ela estava perto da cruz, essa deve ter sido a pior travessia ! Que dor inimaginável para uma mãe , vendo seu filho crucificado! A história e o papel de Maria em todos os fatos bíblicos merecem nossa reflexão, o que aprendo, e até minha transgressão ponho aqui, em 2010, por exemplo, quando meu coração endureceu mais a…